5 contratempos que você pode ter quando trabalha “na estrada”!

Trabalhar viajando – como parte da sua atividade ou como nômade digital – pode ser uma forma muito prazerosa de conciliar as vidas pessoal e profissional. Conhecer novos lugares, culturas e costumes, enquanto trabalha certamente é o sonho de grande maioria das pessoas.

Mas estar na estrada trabalhando o tempo todo impõe algumas rotinas, preocupações e muitos desafios  Vamos falar de alguns contratempos que você pode ter enquanto trabalha “na estrada”.

1 – Cuidado com os seus documentos!

É comum com a maioria das pessoas não ter o devido cuidado com a qualidade e a validade de diversos documentos que vão sendo exigidos ao longo do caminho, em várias ocasiões – e alguns exigem renovação.

Identidade – RG

O seu está vencido ou faz parte da época em que não existia data de validade? Você pode ter problemas em alguns estados que tem exigido a renovação. Eu vivi esta situação em um aeroporto de São Paulo – queriam recusar meu RG que tinha mais de 20 anos. Muitas redes de lojas e até linhas interestaduais recusam. O melhor é buscar a renovação o quanto antes e ficar tranquilo.

Passaporte e vistos

Aqui a preocupação é não só a validade dele mas dos vistos que estiverem nele. Talvez você precise viajar às pressas para os Estados Unidos, mas o visto não está ativo? Você precisará perder alguns dias para montar o processo ou pagar um despachante, além de provavelmente perder a viagem.

2 – Reservas de hotel não cumpridas

É uma situação mais comum do que pensamos: você confirmou, deu dados de cartão, mas sua reserva desaparece na hora do check-in. E de repente, você precisará encontrar outro lugar e certamente pagará muito mais no balcão.

É fundamental ter boas referências do hotel – se for a sua primeira vez nele – e guardar todos os e-mails e documentos trocados. Assim você poderá acionar judicialmente o hotel por danos (inclusive morais) e prejuízos que o cancelamento provocar.

3 – Cuide para seu carro não te deixar a pé!

Se você trabalha na estrada de carro, é essencial que as todas manutenções estejam em dia, desde as programadas com as concessionárias (se ainda houve) até os cuidados básicos do dia a dia – nível de água e de óleo, observar ruídos e, claro, muita atenção com o combustível.

Outro fator crítico que costuma interromper viagens é a documentação. É importante controlar as validades de documentos do veículo e da habitação.

4 – Não deixe a alimentação atrapalhar seus negócios!

Viajar por muitos lugares, de hábitos e gastronomias diferentes, pode ser uma armadilha – e estar sozinho nessa hora agrava ainda mais a situação. Climas, temperaturas e temperos podem criar problemas na véspera de uma reunião importante – e acredite, isso acontece.

Além do cuidado com o local de preparo, devemos estar atentos para comidas picantes em dias quentes, bebidas alcoólicas. E ter um plano de saúde abrangente conforme as suas viagens – nacionais e/ou internacionais – para impedir gastos altos com hospitais e medicamentos.

5 – Cancelamento de voos

Esta é uma situação das mais estressantes, afinal não temos com aviões a mesma frequência de horários de alguns trechos de ônibus – e as viagens aéreas são as melhoras para estar rápido e bem disposto nos lugares e clientes.

Mas o cancelamento ocorreu, por condições climáticas, greves, quebra da aeronave e outros fatores e você pode se prevenir com algumas ações para tentar evitar algumas.

Manter-se informado sobre problemas com as companhias, greves e condições de clima; pesquisar o histórico de partidas e atrasos do voo. E sempre ter documentos de todos os passos desde a compra do bilhete até comunicados e mensagens após o problema.

Em algumas situações, você pode pleitear indenizações:

  • Atrasos superiores a 2 horas: alimentação (voucher).
  • Atrasos superiores a 4 horas: você pode escolher entre o reembolso total, a remarcação sem custo e até o voo sem custo em outra companhia (conforme a sua urgência e conveniência).

Saiba mais com a Indenizar sobre como agir quando tiver seu voo cancelado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *